Visão seletiva

BY André Rocha

Há alguns dias atrás, estava eu feliz e contente com meu amor (André Rocha) em frente a Estação da Luz no evento da Virada Cultural, assistindo a um balé clássico, como sempre amo olhar o que compõe o ambiente ao redor, quando de repente me deparo (não pense que o que vem a seguir é algo mirabolante uma vez que infelizmente já é “comum” na nossa sociedade), enfim com um homem deitado ao chão, encolhido ao frio, largado ao pó.

Me vejo chocada diante dessa situação observando pessoas trafegarem tranquilamente, como se ninguém estivesse ali, escolhendo simplesmente não olhar. O pior é que até mesmo as crianças passavam selecionando o que olhar, descartando o pobre homem.

Quando me vejo estou a pensar o que fazer diante dessa situação, falo com o pobre homem deitado dizendo que ele é importante que há Alguém que olha para Ele todos os dias, mas porque faria isso se o problema que identifico no local não é ele e sim quem passa, bom daí penso posso então falar com as pessoas que passam, dizer que ali está alguém importante, então percebo que eram tantas e eu apenas uma, enfim incapaz de mudar essa realidade, pelo menos naquele momento, mas quer saber eu ainda tenho ESPERANÇA e aqui estou escrevendo, pois sei que alguém vai ler e quem sabe você não passa neste mesmo local com sua visão selecionando olha-lo!!!

                                                                                       


Deixe um comentário

Filed under Uncategorized